Já disponível

Pergunte à Riot

Faça uma pergunta sobre League ou a Riot e tentaremos respondê-la. As respostas vão ao ar toda terça-feira pela tarde.

O que você quer saber?

Algo deu errado. Opa, tente perguntar de novo.

Obrigado por fazer uma pergunta!

Próximo artigo

Religião e LeBlanc

Religião em Runeterra, atualização da LeBlanc e a ausência de botas da Cassiopeia.

Por Meddler, Red Trinity01 & RiotRepertoir

Boas vindas ao Pergunte à Riot! Tem alguma pergunta?

Vamos falar dos futuros planos para a LeBlanc, da ausência de botas de Cassiopeia e das religiões em Runeterra.

P

Vocês ainda têm planos de atualizar a LeBlanc? O que vocês acham dela no momento?

R

A LeBlanc tem uns probleminhas que a gente definitivamente quer resolver em algum momento. Na atualização dela no ano passado, corrigimos alguns deles, mas introduzimos outros no processo.

Recentemente, tiramos um tempo para testar várias novas habilidades no kit dela. Embora tivesse várias interessantes, não parecia ser o jeito certo de resolver o problemas dela e satisfazer ambos os lados do “team LeBlanc” (jogadores que preferem a versão antiga e jogadores que preferem a nova). Caso a gente atualize a LeBlanc de novo, precisamos garantir que tudo esteja no lugar em vez de simplesmente criar um novo grupo de jogadores que preferem a mais nova versão da LeBlanc.

Como ainda não encontramos nada que nos satisfizesse, optamos por adiar a reformulação da LeBlanc enquanto focamos em outros sistemas e Campeões que precisam da nossa atenção com mais urgência (ex.: ajustes às Runas Reforjadas). Por enquanto, vamos tentar ajustar algumas coisas para que vire uma mistura da LeBlanc antes e depois da reformulação, pelo menos até termos tempo para investir mais profundamente na exploração do kit de novo.

Designer Chefe de Mecânica de Jogo
P

Existem religiões em Runeterra? Por exemplo, quando uma pessoa está de joelhos e vê a vida passar pelos seus olhos e alguém diz para ela rezar para o seu deus… para quem ela reza? Para os Kindred? Para a névoa? Aurelion Sol? Magias selvagens? Para o Bardo? Azir? Para os Stemmaguarda?

R

Resumindo: para quem (ou para o quê) uma pessoa em Runeterra reza depende inteiramente de quem ela é e de onde vive.

Runeterra é tão complexa e diversa quanto o nosso próprio mundo, com uma série de fés, religiões e filosofias. Porém, ao contrário do nosso mundo, não há religiões individuais organizadas que o dominam globalmente. Nossa equipe de construção de mundos tem trabalhado nas várias facções e civilizações encontradas em Runeterra, o que inclui explorar a cosmologia e as religiões dessas facções. À medida que formos publicando mais narrativas e histórias (como os nossos quadrinhos), continuaremos explorando essas facções e suas características individuais, incluindo aspectos como filosofia e religião.

O desafio é que, em um nível fundamental, as religiões se desenvolveram de um jeito totalmente diferente em Runeterra. Imagine um lugar em que as questões clássicas do nosso mundo (deuses existem? O que ele ou eles querem? Será que há vida após a morte?) são inteiramente redundantes. Em Runeterra, a presença de poderes maiores é inquestionável e pode ser vista pessoalmente. Indivíduos com poderes divinos habitam o mundo e os efeitos da magia e do poder celestial estão presentes na própria paisagem. Desde o portão celestial no topo do Monte Targon, passando pelo enorme disco solar em Shurima, até as desoladas terras icathianas marcadas pelo vácuo… 

Em um mundo assim, o foco das religiões é muito mais entender o desejo e a intenção desses poderes, profetizar e comunicar-se com eles, idolatrá-los e aderir aos pactos que eles exigem. A complexidade vem dos limites incertos entre os deuses (da forma como os entendemos) e seres poderosos que possuem dons extraordinários, mas não o comando ilimitado das forças do universo. Em certo sentido, ao menos em um nível local, o melhor mesmo seria idolatrar o ser ou entidade celestial que está literalmente ali na sua frente. Fazendo oferendas, ganhando sua simpatia, fazendo pedidos. Em alguns outros casos, talvez seja mais vantajoso buscar um poder maior e mais forte para salvá-lo dessas mesmas entidades.

Assim como na Grécia Antiga, a questão não é acreditar ou não na existência dos deuses, e sim lidar com a grande variedade existente, ou seja, tentar descobrir quais são benevolentes ou maliciosos e entender a complexa hierarquia de heróis, semideuses, titãs e divindades.

A única coisa definitivamente comum a todas as religiões em Runeterra é que, embora a mão do poder supremo seja vista na existência de coisas como magia, seres celestiais e Campeões, o nível mais alto da criação cósmica ainda é um mistério filosófico. Assim como o que acontece após a morte.

Red Trinity01
Escritor de Narrativa
P

Por que a Cassiopeia não pode comprar botas, mas a Nami pode? A Nami também não tem pernas, só uma cauda de peixe.

R

A Cassiopeia não necessariamente tinha que ter uma passiva que a impedisse de comprar botas, criamos isso simplesmente para fins específicos de mecânica de jogo. Neste caso, a passiva de Cassiopeia permite que ela tenha uma interação especial com a loja e na prática, ela obtém um espaço de item adicional por não precisar construir botas.

Então, basicamente, tem sim uma ligação temática nessa escolha (a Cassiopeia não tem pés, então faz sentido que ela não precise de botas), mas a principal razão foi a mecânica de jogo que queríamos trazer com essa passiva. Se, no futuro, houver outro personagem que 1) precise de uma nova passiva, 2) tenha uma ligação temática e 3) precise de uma mecânica de jogo que ainda faça sentido, é possível que façamos algo semelhante novamente.

RiotRepertoir
Designer de Jogo, Mecânicas de Jogo no Ambiente de Produção

Obrigado por ler ao Pergunte à Riot dessa semana. Tem alguma pergunta?

Vá até o Pergunte à Riot e acesse sua conta do League. Confira as dicas e envie sua pergunta.

Prometemos ler todas as perguntas, mas não garantimos que todas elas sejam respondidas. Algumas perguntas podem já ter sido respondidas em outro lugar ou não são apropriadas para o Pergunte à Riot. Este não é o lugar ideal para anunciar novos produtos ou recursos, e os assuntos que já foram discutidos a fundo em outros espaços provavelmente serão ignorados (mas podemos esclarecer pontos individuais).

Mesmo assim, estamos sempre ouvindo, então continuem perguntando. Vamos garantir que suas perguntas sejam vistas por Rioters que estejam trabalhando nas coisas sobre as quais vocês têm curiosidade.

Próximo artigo

A partida mais longa da história